Escola para todos

Actividades de Apoio

 

A importância do brincar, do lúdico na formação das crianças

O jogo e a brincadeira infantil são formas da criança manusear experiências, criar situações para dominar a realidade e experimentá-la. Brincar coloca-se num patamar importantíssimo para a felicidade e realização da criança, no presente e no futuro. A brincar, ela explora o mundo, constrói o seu saber, aprende a respeitar o outro, desenvolve o sentimento de grupo, activa a imaginação e auto realiza-se.

Criança que não brinca, que desenvolve muito cedo, a noção do “peso” da vida, não tem condições de desenvolver-se de maneira sadia e que de alguma forma, esta lacuna irá manifestar-se na sua personalidade adulta. Se não se tornar completamente neurótica, percebe-se, no seu comportamento, traços neuróticos e até psicóticos e, muitas vezes, esta pessoa carregará sempre a vida como se esta fosse uma provocação, um sacrifício, um dever a ser cumprido. Dificilmente conseguirá soltar-se, ser feliz com as pequenas coisas e sentir um prazer genuíno.

O brincar estimula a criatividade, a imaginação, aprofunda, para a criança, a compreensão da realidade.

Jogos educativos podem facilitar o processo de ensino-aprendizagem e ainda serem prazeres, interessantes e desafiantes. O jogo pode ser um óptimo recurso didáctico ou estratégia de ensino para os educadores e também ser um rico instrumento para a construção do conhecimento.

Os jogos, ultimamente, vêm ganhando espaço dentro das escolas, numa tentativa de trazer o lúdico para dentro da sala de aula. A pretensão da maioria dos professores com a sua utilização é a de tornar as aulas mais agradáveis com o intuito de fazer com que a aprendizagem se torne algo mais fascinante; além disso, as actividades lúdicas podem ser consideradas como uma estratégia que estimula o raciocínio, levando o aluno a enfrentar situações conflituantes relacionadas com o seu quotidiano.

Jogos bem elaborados e explorados podem ser vistos como uma estratégia de ensino, podendo atingir diferentes objectivos que variam desde o simples treino, até a construção de um determinado conhecimento.

A aprendizagem através de jogos, como dominó, palavras cruzadas, memória e outros permite que o aluno faça da aprendizagem um processo interessante e até divertido. Para isso, eles devem ser utilizados ocasionalmente para colmatar as lacunas que se produzem na actividade escolar diária. Neste sentido verificamos que há três aspectos que por si só justificam a incorporação do jogo nas aulas. São estes: o carácter lúdico, o desenvolvimento de técnicas intelectuais e a formação de relações sociais.

Origamis-Brincando com papel

Desenhos para Colorir

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: